O SUÍTE DE GERENCIAMENTO DE
SENHAS PRIVILEGIADAS

A Solução Privileged Identity Management Suite (PIM) é uma solução
baseada em política unificada que protege, gerencia e registra todas as contas
privilegiadas e atividades associadas com gestão de datacenter, tanto local como em nuvem

• Controla o acesso a contas privilegiadas com base em políticas pré-definidas de segurança

• Gerencia aplicações e credenciais

• Concede o controle granular para que os comandos possam ser executados por superusuários

• Cumpre com a auditoria e requisitos regulamentares

• Simplifica o gerenciamento de políticas de contas privilegiadas

• Integra com sistemas corporativos

Cofre de Senhas Privilegiadas

O Cyber-Ark's Enterprise Password Vault (Cofre de Senhas Empresariais) permite que as organizações imponham uma política empresarial que protege os seus sistemas mais críticos, realizando a gestão do ciclo de vida de contas compartilhadas e privilegiada em data centers.

Gerenciamento de Senhas Privilegiadas de Aplicações

 

Líder de mercado Cyber-Ark Identity Aplication Manager aborda os desafios de eliminar resistentes credenciais de aplicação codificados, acompanhados das melhores práticas comprovadas para simples implantação em todo o data-center e aplicações em infra-estruturas.

Gerenciador de Senhas Privilegiadas On-Demand para Unix/Linux

On-Demand Privileges Manager é uma solução de controle de acesso para Unix / Linux que lhe permite controlar e monitorar os comandos de superusuários e podem executar com base em seu papel e tarefa à mão.

Gerenciador de Senhas Privilegiadas On-Demand para Windows

On-Demand Privileges Manager ™ para Windows * reduz drasticamente o uso de direitos privilegiados dentro da organização e as políticas de "privilégio mínimo" reforça para direitos administrativos em desktops e servidores.

Gerenciador de Senhas Privilegiadas On-Demand para Mainframe

As soluções de Gerenciamento de Identidade atuais abordam apenas as identidades pessoais e não as privilegiadas, contas compartilhadas que são muitas vezes negligenciadas, raramente mudam e são impossíveis de rastrear o "quem, o quê, quando e por quê." Se mal administrado, as contas privilegiadas representam um risco grande às organizações